Defensoria Pública da União abre edital para 143 vagas

Certame tem vagas para nível médio e superior e será organizado pela Cespe

Por O Dia

Marques%2C especialista em concursos%2C orienta o aluno Ygor Rocha Divulgação

Rio - Aberto edital de concurso da Defensoria Pública da União (DPU) que vai oferecer 143 vagas e formação de cadastro de reserva para níveis médio e superior. Os salários variam entre R$ 3.817,98 e R$ 6.348,27.

Os interessados têm entre os dias 22 de abril e 11 de maio deste ano para se inscreverem através do site www.cespe.unb.br/concursos. A taxa de inscrição varia entre R$ 70, e R$ 100, para níveis médio e superior, respectivamente.

Marcelo Marques, diretor do site Concurso Virtual, lembra que uma característica marcante da organizadora do concurso, a Cespe/Unb, é a prova no estilo certo e errado. “Nesse ponto, os candidatos precisam tomar bastante cuidado, pois nesse estilo de prova, cada item errado anula um item certo”.

Para que o aluno possa orientar seus estudos, Marques adianta alguns dados relevantes sobre as provas. “Para os cargos de nível superior serão 150 itens, sendo 70 de conhecimentos básicos com peso 2 e 80 de conhecimentos específicos de peso 3. Para o cargo de nível médio serão pedidos 120 itens divididos em 50 para os conhecimentos básicos e 70 para os específicos com peso 2 e 3 respectivamente”.

A DPU, responsável por prestar assistência jurídica gratuita aos cidadãos brasileiros de baixa renda, vai oferecer oportunidades nas áreas de analista técnico-administrativo, arquivista, assistente social, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em comunicação social para os candidatos de nível superior. Para nível técnico serão oferecidas vagas de agente administrativo.

O estudante Ygor Rocha de 24 anos está se preparando para o cargo de agente administrativo e adotou como modelo de estudos vídeo aulas disponíveis na internet. “Resolvi estudar online, pois consigo racionalizar meu tempo. Tenho pressa, e a aula online me permite estudar mais horas por dia”. Ygor divide seu tempo entre teoria e prática.Para todo conteúdo estudado, ele resolve questões equivalente de provas anteriores.

Professor do Universo do Concurso, Rodrigo Mesquita recomenda a leitura dos artigos da Constituição relacionados aos temas constantes do edital. “A leitura, em especial, do art. 37, é de fundamental importância para o estudo da disciplina de Noções em Direito Administrativo”.

Mudanças na Cespe

O professor Domingos Cereja lembra algumas mudanças no modelo de conteúdo cobrado pelo Cespe no que diz respeito às questões de Raciocínio Lógico.

A banca colocou, de forma explícita, itens como relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios.

Outro item acrescentado foi de compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal.

A parte de lógica proposicional foi mantida, assunto sempre cobrado em todas as provas.

Com essas novidades, provavelmente haverá uma mudança de estilo da prova, portanto o candidato deve dedicar uma atenção especial para essas inovações, pois provavelmente será cobrado.

Últimas de _legado_Economia