Por thiago.antunes

Rio - O Dia das Mães está batendo na porta, e você decidiu que está na hora de a sua mãe dar adeus àquele celular que já está agonizando. Mas escolher um aparelho adequado pode se tornar uma tarefa árdua diante do ritmo acelerado de lançamentos no mercado.

O segredo da compra está em avaliar qual é o perfil da presenteada. “Uma vez dei para a minha mãe um LG Prada, e ela não conseguiu entender o aparelho”, conta Elis Monteiro, especialista em tecnologia e novas mídias, provando que até os mais entendidos podem escorregar. Para ela, o ideal é investir nos smartphones, já que os modelos de celular convencionais estão sumindo do mercado. “Muita gente acha que smartphone é sinônimo de complicação, mas na verdade não é”, afirma.

Para quem se assusta com os aparelhos mais modernos, as empresas possuem os modelos ‘de entrada’, que são linhas mais simples para quem está ingressando neste universo. À medida que as funcionalidades vão melhorando, os preços ficam mais salgados, chegando a ultrapassar a casa dos R$ 3 mil, como acontece na briga entre o iPhone 6, da Apple, e o Galaxy S6, da Samsung. Esses só são recomendados para aqueles que são realmente ligados em tecnologia.

O DIA selecionou modelos indicados para cada tipo de mãe. Os preços são os sugeridos pelas fabricantes, mas podem variar de acordo com as especificações do aparelho — principalmente o tamanho da memória — e com as condições oferecidas pelas operadoras.

Clique na imagem para ampliar o infográficoArte%3A O Dia


Você pode gostar