Por victor.duarte

Rio - Para este Dia das Mães, neste domingo, 46,3% dos brasileiros têm a intenção de presentear alguém, o equivalente a cerca de 67 milhões de clientes no comércio do país, segundo Pesquisa Nacional sobre a Intenção de Compra da Fecomércio RJ/Ipsos.

Segundo a pesquisa, o preço médio para o pagamento dos presentes deve ficar em R$ 249,03. Os filhos gastarão com presentes mais que as filhas, pois pretendem desembolsar em média R$ 274,15, contra R$ 220,66 delas.

Roupas estão no topo da preferência nacional (34,2%), seguidas por perfumes e cosméticos (20,5%) e calçados, bolsas e acessórios (12,9%). Entre as outras opções de presentes apontados estão ainda flores (5,8%), telefone celular e smartphones (5,0%) e televisores (2,6%).

Em tempos de consumidor cauteloso, a data promete ajudar a movimentar o setor. O cenário econômico, marcado pela desaceleração dos setores como um todo, resultou em recuo na intenção de compra neste ano: de 52,2%, em 2014, para 46,3% dos brasileiros, em 2015. Ainda assim, a data deve movimentar uma receita da ordem de R$ 16,7 bilhões no comércio nacional.

"É de fato muito grande a expectativa dos comerciantes este ano. E isto tem dois motivos: o primeiro é o fato de o Dia das Mães ser, tradicionalmente, a segunda melhor data para vendas, ficando atrás apenas do Natal; e o segundo motivo é que estamos atravessando um momento econômico nacional muito delicado, com resultados muito fracos para a imensa maioria dos lojistas nos últimos meses. Assim sendo, o Comércio torce para que o movimento deste Dia das Mães seja excepcionalmente bom, para compensar as outras datas", admite Charbel Tauil, presidente do Sindilojas Niterói

A pesquisa foi realizada pela Fecomércio RJ/Ipsos entre os dias 14 e 26 de abril e contou com a opinião de 1.200 consumidores em 72 municípios brasileiros.

Você pode gostar