Por karilayn.areias

Londres -  O britânico Jack Cator, hoje com 26 anos, se tornou um multimilionário ao desrespeitar as regras da escola. O jovem que criou sua própria rede privada virtual (VPN, sigla em inglês) vendeu seu negócio, do qual ele era o chefe e o único dono, pela bagatela de R$ 190 milhões. A Hide My Ass (HMA, ou "Esconda o Meu Traseiro"), foi comprada pela gigante de software AVG.

Britânico Jack Cator criou a Hide My Ass (HMA) há uma década e se tornou um multimilionárioHMA

Tudo começou em 2005, quando Cator, com 16 anos na época, estava irritado porque sua escola em Norfolk, no leste da Inglaterra, havia bloqueado o acesso à rede de computadores da instituição, com objetivo de impedir que os alunos acessassem sites de música e jogos. Devido ao acontecido, ele usou seu conhecimento em programação para invadir o sistema do colégio e criar a própria rede.

Para fazer isso, Cator usou um site que simula a impressão digital de um computador, ao roteá-lo por meio de um servidor remoto, normalmente localizado no exterior, e permitindo ao usuário navegar na internet de modo anônimo e privado.

De acordo com os termos de compra, o criador da HMA ocupará o cargo de chefe-executivo da empresa. Já a AVG está trazendo para seu portfólio uma empresa com 2 milhões de clientes, um faturamento anual de 11 milhões de libras (R$ 52 milhões) e um lucro que excede 2 milhões de libras (R$ 9,5 milhões).

Você pode gostar