Alta de imposto derruba bancos

Setor financeiro puxa queda de 5% na Bovespa ao longo da semana

Por O Dia

Rio - O desempenho das ações da Petrobras e dos bancos marcou a sessão da Bovespa, que fechou em queda ontem completando quatro pregões em baixa na semana. O Ibovespa baixou 1,33%, a 54.377 pontos. O volume financeiro da sessão alcançou R$ 7,77 bilhões. No acumulado da semana, a variação negativa somou 5%.

O desempenho foi influenciado principalmente por perdas dos bancos, mas houve influência da Petrobras. Por meio de medida provisória, o governo elevou alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) de instituições financeiras, de 15% para 20%.

Itaú Unibanco e Bradesco tiveram quedas de 2,1%, enquanto os papéis do Banco do Brasil caíram 3,4%. O Santander cedeu 1%. Na semana, os papéis de Itaú, Bradesco e Banco do Brasil acumularam perdas entre 8% e 9%.

Em relatório, o banco BTG Pactual avaliou que a medida deve impactar o lucro dos bancos entre 6% a 8% em 2016.

A Petrobras também fechou em queda. As ações preferenciais cederam 2,75%, enquanto as ordinárias caíram 2,2%.

Na semana, a variação negativa acumulou quase 7%. Na segunda-feira, a assembleia de acionistas da petrolífera vai se reunir para aprovar o balanço de 2014. Próximo ao fechamento, o governo anunciou corte de R$ 70 bilhões no Orçamento de 2015, confirmando especulações do mercado nos últimos dias.

Últimas de _legado_Economia