Por karilayn.areias
Baixas contratações em sua área fizeram Mancebo optar por concursosDivulgação

Rio - Com atraente salário de R$ 6.255,08 para cargos de nível médio e R$ 7.645,82 para os de nível superior, o concurso para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro oferece este ano 63 vagas — 18 a menos que o ano anterior — e apresenta maior diversidade de cargos neste edital. Com inscrições abertas desde a última quarta feira o exame vai exigir testes específicos para algumas áreas como avaliação prática para Técnicos de Segurança e produção de release para Jornalistas.

Este ano o edital traz novidades também quanto às especialidades de nível médio, em comparação ao ano passado, que ofereceu apenas vagas para Assistente Técnico Legislativo. Diagramação, Fotografia e Sonorização são algumas das surpresas. Os candidatos às vagas de nível superior também se servirão de mais opções: Arquivologia, Assistência Social, Audiovisual, Biblioteconomia, Comunicação Social (Jornalista), Enfermagem, Medicina, Orçamento e Finanças, Redação e Revista compõem o novo quadro. As inscrições deverão ser realizadas até o dia 08 de junho através do site www.concursos.rio.rj.gov.br com taxas de R$ 70, e R$ 90, para os níveis médio e superior, respectivamente.

Rodrigo Lelis, especialista em concursos, atenta para as questões de atualidades da prova. Ele diz que uma dica é guiar-se pela bibliografia. “Este é um campo muito rico e é complicado prever o que será pedido. A saída é estar sempre atualizado”, comenta Lelis.

O engenheiro civil Ovídio Mancebo, 47 anos, pretende concorrer à vaga de analista em orçamento e finanças e acredita que disciplina é fundamental. “Sou aluno do Universo do Concurso e lá estudo toda parte teórica e resolvo questões para fixar o conteúdo”, comenta Mancebo, que procurou a carreira pública devido à instabilidade atual da sua carreira.
Para realizar uma boa prova, o professor do Universo do Concurso, Gladstone Felippo, sugere que o candidato monte um cronograma de estudos que o oriente até o dia do exame.

“Simular a prova e avaliar o tempo que leva para terminá-la é um ótimo exercício para realizar na semana anterior ao exame” diz Felippo. Até que o teste se aproxime, o professor recomenda que o candidato respeite o cronograma de estudos sem esquecer do momento de descanso e lazer. “Corpo e mente precisam de descanso”, recomenda.

Informática é importante

Para o exame da Câmara, o professor Frank Mattos do Universo do Concurso, observa que é fundamental o candidato dedicar pelo menos 15 minutos por dia ao estudo do conteúdo de informática. “Para todos os assuntos abordados é interessante que o aluno aplique o conhecimento no microcomputador”, diz.

Rodrigo Lelis, especialista em concursos, diz que, quanto às questões de língua portuguesa, os candidatos às vagas de nível médio não precisam se preocupar em ler as três gramáticas citadas no edital, pois a banca as utiliza apenas como um referência. “Quanto mais o candidato ler livros indicados pela banca, mais chances terá no certame. No entanto, não há motivo para desespero em todas as disciplinas”, afirma.

A Câmara Municipal do Rio abriga os vereadores (Legislativo) que, eleitos pela população, propõem soluções para as dificuldades do dia-a-dia da cidade.

Você pode gostar