Por tabata.uchoa
Murumuru%3A matéria-prima é colhida por cooperativas Divulgação

Rio - Um ano após o lançamento do programa de desenvolvimento sustentável Sharing Beauty with All (em português, Compartilhando a Beleza com Todos), a L’Oréal divulga os primeiros progressos. A meta de redução em 60% na emissão de CO² até 2020 já foi ultrapassada no Brasil. Nas duas fábricas e nos centros de distribuição, o índice é de 65% (2014). Nas fábricas no mundo, a redução foi de 50% desde 2005. Alexandra Palt, diretora executiva de Sustentabilidade do Grupo L’Oréal, explica que, ao mesmo tempo, a produção aumentou 22%:“Este resultado prova que o desempenho e a responsabilidade podem andar juntos”.

Além disso, 67% dos novos produtos analisados pelo grupo têm perfil ambiental ou social melhorado, e 54 mil empregos foram criados para pessoas de comunidades carentes pelo mundo. No Brasil, o destaque é a parceria com cooperativas para a extração de matérias-primas da natureza, como murumuru, pracaxi e babaçu. Este, por exemplo, é colhido por mulheres em comunidades no Maranhão.

A empresa afirma que a meta é aumentar o volume de compra desses ingredientes ativos da biodiversidade e ainda contribuir de forma relevante para aumentar ganhos e qualidade de vida das comunidades envolvidas no fornecimento dessas matérias-primas.

ALEMANHA PREMIA JOVENS CIENTISTAS
Até o dia 2, é possível se inscrever na competição ‘Green Talents – Fórum internacional de projetos com alto potencial para a inovação e sustentabilidade’, do Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha. Desde 2009, o governo alemão premia 25 jovens pesquisadores por ano, que vêm de vários países e são considerados brilhantes e promissores. A premiação inclui viagens científicas à Alemanha.Em 2014, a mineira Tatianna Mello Pereira da Silva, 27, que ficou entre os 25 cientistas mais promissores do mundo, com projeto de pesquisa, sobre o que impede o avanço da Política Nacional de Resíduos Sólidos no Brasil. Informações: www.greentalents.de.

BOAS AÇÕES EM DIA

- O 3º lote da Fábrica de Escolas do Amanhã (Vila Kennedy), em construção pela Odebrecht, aproveitou desde o início do ano 6 mil litros d’água, o equivalente a 250 banhos de 8 minutos. A água vem de 30 aparelhos de ar-condicionado no canteiro administrativo. O uso é na limpeza do escritório.

- A Semana do Meio Ambiente, de amanhã a sexta-feira, será celebrada pela MultiRio, da prefeitura, com atrações temáticas na TV e na web. Entre os assuntos estão lixo eletrônico, transformações da natureza através da literatura e exploração das áreas verdes urbanas, além de biodiversidade e preservação de ecossistemas. Programação completa e horários em: www.multirio.rj.gov.br.

Você pode gostar