Por bferreira

Rio - Cuidar da saúde bucal está felizmente se tornando uma preocupação da população brasileira. Essa tendência tem resultado na maior oferta e maior consumo de cremes e escovas dentais, enxaguantes bucais e técnicas odontológicas reparadoras, como implantes.

No que diz respeito a tratamento e monitoramente da saúde bucal, a oferta de planos de saúde odontológicos e do número de consultórios de dentistas nos bairros tem crescido consideravelmente. A dúvida que fica é qual sai mais em conta: o plano dental ou a consulta avulsa a um dentista?

Neste caso e diante de tanta alternativa diferente, cabe comparar preços. Se o dos planos dentais forem menores, como quase sempre, leia com atenção o contrato de adesão antes de assinar.

Por Marco Quintarelli

PERGUNTA E RESPOSTA

“Eu e minha família estamos necessitando tratar dos dentes. Tenho ouvido falar de planos de saúde dental . Tenho dúvidas se faço um ou procuro dentista e negocio o preço do tratamento?”

Maria, Cascadura

Os brasileiros estão começando, pouco a pouco, a dar mais valor a saúde bucal. A atenção já começa a ir além da escova, fio dental e creme. Passa agora por diversos produtos de clareamento e recuperação dentária até os implantes estéticos. Por isso, os planos de saúde odontológicos tiveram um crescimento de quase 500% num período de 10 anos, entre 2000 até 2010 e continuam crescendo. O poder de compra dos brasileiros e a adesão das empresas em incluir este benefício para seus funcionários foram os catalisadores para este crescimento.

É de grande valia a sua intenção em ter seu plano odontológico, mesmo que seja como uma contratação particular, os planos odontológicos no mercado são bastante acessíveis.

Apesar de também ter carência para alguns procedimentos, o que pode variar de um a seis meses, os planos odontológicos, diferente como acontece com os planos de saúde, geralmente não são vendidos por faixa etária.

Considere alguns custos individuais para procedimentos básicos que um plano odontológico cobre — não estou ai considerando a carência. No mercado do Rio, um valor médio de uma consulta no dentista varia de R$ 100 a 180, um Raio X de raiz em torno de R$ 30 e uma restauração de resina varia de R$ 150 a R$250.

E um plano Odontológico individual varia de R$ 36 a R$ 60 mensais. É claro que a cobertura do plano não se tem muito mais procedimentos além destes principais, mas que já atendem grande parte da necessidade e que, com uma boa profilaxia, se garante uma boa saúde bucal.

E já sabe, tenho sempre falado em minhas respostas na coluna aqui, ao contratar qualquer plano para tratamento de saúde, muita atenção a todas as cláusulas do contrato, principalmente no que se diz respeito a assistências, coberturas, carências, exclusões e inclusões.

Marco Quintarelli é consultor do Grupo AZO. Segunda-feira, Sucesso nos Concursos

Você pode gostar