Concurso do IBGE oferece 600 oportunidades

Vagas serão para todo o país, com maioria para o Rio. Salários podem chegar a R$ 9.396,88

Por O Dia

Rio - Após dois anos, o IBGE tem novo concurso autorizado pelo Ministério do Planejamento. Dessa vez o instituto vai oferecer 600 vagas, das quais 140 serão de Nível Superior e as outras 460 de Nível Médio. Os salários podem variar entre R$ 3.098,85 e R$9.396,88 conforme o grau de instrução do candidato. Os cargos serão distribuídos por todo o Brasil com maior concentração de convocações para o Rio de Janeiro, sede do instituto. O IBGE tem até janeiro de 2016 para publicar o edital com todas as informações sobre o certame.

Brizzi já trabalhou como estagiário do IBGE e espera passar na provaDivulgação

Os cargos oferecidos para este concurso são de técnico em informações geográficas e estatísticas (Nível Médio), analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas (Nível Superior) e de tecnologista em informações geográficas e estatística (Nível Superior).

Rodrigo Menezes, diretor do Concurso Virtual, acredita que a seleção é uma ótima oportunidade, também, para quem tem Nível Médio. “O salário é bastante atrativo mas o candidato não pode negligenciar os estudos achando que vai ser fácil por ser de Nível Médio”, ressalta. O diretor acredita que enquanto o edital não é liberado, o candidato deve rever editais anteriores para adiantar os estudos.

Com base nos 11 anos de experiência nesse meio, Menezes pode afirmar que, para os interessados em um cargo de Nível Médio, o foco precisa ser maior em Língua Portuguesa, raciocínio lógico matemático e conhecimentos específicos, que tem um conteúdo pequeno mas há bastante questões na prova.

Rodrigo Lelis, professor do Universo do Concurso, orienta aos candidatos que definam um bom plano de estudos. “Algo que se encaixe à realidade do candidato”, diz.

Mesmo com poucas horas diárias, mas obedecendo rigorosamente um planejamento sucinto, muitas vezes, é mais eficaz do que um plano de estudos amplo, com carga horária excessiva, e que vá gerar muitos momentos de distração, acredita Lelis.

De estagiário a concursado

Raphael Brizzi já passou pelo IBGE como estagiário e quer retornar ao instituto como concursado. “Tentei no último exame e espero um melhor rendimento esse ano”, comenta Brizzi, que já tem o título de mestre e está no doutorado esse ano. “Sendo aprovado no IBGE, com esses títulos, tenho uma boa expectativa salarial”, afirma.

FIQUE ATENTO

DICAS PARA O IBGE
Rodrigo Menezes orienta aos candidatos que vão prestar o concurso para o IBGE que, o ideal, além dos cursinhos, seria um estudo em casa, de segunda a sexta-feira, de pelo menos três horas diárias. “É importante alternar as disciplinas e manter intervalos a cada hora, de cindo a dez minutos, para que não haja um esgotamento do cérebro”, explica Menezes.

BANCAS SIMILARES
Rodrigo Lelis, professor do Universo do Concurso acredita que a resolução de questões é essencial para o candidato se familiarizar com a prova do IBGE. “A Cesgranrio foi a responsável pela organização do último exame. Começar por ela e depois partir para outras bancas similares, como a FCC, por exemplo, pode ajudar”, diz.

VOZ DO CANDIDATO
Com base no último concurso para o IBGE que participou, Raphael Brizzi diz que para quem tem formação em Geografia o importante é exercitar bastante inglês e estatística.

OUTRAS SELEÇÕES
A Agência Nacional de Saúde (ANS) recebeu autorização para promover a seleção temporária de 89 profissionais. Os cargos são todos de Nível Médio para desenvolver atividades de analista e atender demandas administrativas referentes às pendências junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). A agência tem até janeiro de 2016 para liberar o edital que rege o concurso.

CORREIOS
Correios vão contratar dois mil profissionais em concurso previsto para este ano. As vagas são para contratação imediata e cadastro de reserva. De acordo com a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), os salários iniciais para os operadores de triagem e transbordo, somados à gratificação, chegam a R$ 1.284. Já para os carteiros, levando em conta o adicional de distribuição que eles têm direito, a remuneração chega a R$ 1.620,50. Edital será publicado em breve.

AGÊNCIAS EM ALTA
Concurseiros têm à disposição 459 vagas para trabalhar em uma das agências reguladoras do país. AGU oferece 84 oportunidades, Anac tem 150 vagas aprovadas, já ANP oferece 34 e ANS, 191, sendo 89 temporárias. Oportunidades têm salários atraentes, que podem chegar a R$ 17.330,33.

Reportagem de Paola Lucas

Últimas de _legado_Economia