Indicador que antecipa tendência econômica do país cai 0,8% em julho

Em junho, o Iace já havia registrado uma queda de 0,6%

Por O Dia

Brasília - O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil, que agrega componentes econômicos que medem a atividade econômica do país, voltou a cair em julho, atingindo 88,7 pontos, uma queda de 0,8%.

Em junho, o indicador já havia registrado queda de 0,6%, mas o índice já demonstrava recuo pelo menos desde abril. O dado foi divulgado nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e pela instituição The Conference Board.

O Iace é um indicador que permite comparação direta dos ciclos econômicos do Brasil com os de outros 11 países e regiões como China, Estados Unidos, zona do Euro, Austrália, França, Alemanha, Japão, México, Coreia, Espanha e Reino Unido. O indicador pretende antecipar a direção da economia brasileira no curto prazo.

“A tendência de declínio do Indicador Antecedente Composto da Economia, iniciada no começo de 2013, continuou em julho, indicando ser improvável uma mudança de trajetória na economia brasileira no futuro próximo”, disse o economista da FGV/IBRE Paulo Picchetti.

O Indicador Coincidente Composto da Economia (Icce), que mede as condições econômicas atuais e a intensidade da atividade econômica, avançou 0,4% em julho, somando 103,2 pontos.

Últimas de _legado_Economia