Por bferreira

Rio - Quando pensamos em organizar nossa vida financeira temos que parar e planejar tudo novamente. O que torna um planejamento inviável muitas vezes é a simples falta de vontade em cumprir os objetivos. Só após este período de plena organização, onde colocamos no papel tudo que recebemos e tudo que gastamos, que vamos então partir para o processo de retirada das coisas que não são essenciais. Existem gastos com roupas, lazer e comida fora de casa, que devem ser planejados. É como um ritual: tudo precisa ser preparado e a pessoa deve realmente querer mudar. O mesmo acontece quando começamos uma atividade física, uma mudança no comportamento é necessária. No planejamento financeiro, apenas organizamos da melhor maneira.

Por Roberto Dias do Amaral

PERGUNTA E RESPOSTA

Não consigo economizar. Moro sozinha e no final do mês nunca sobra dinheiro. Por onde devo começar a me organizar financeiramente?

Camila, e-mail

Camila, para começar a organizar suas finanças, relacione tudo que você recebe (receitas) e todos os seus gastos (despesas) e passe a fazer um acompanhamento, seja em um caderno mais simples ou numa planilha.

Você quer controlar, então neste primeiro momento pode ser chato, porém, é muito importante. Agora, visualizando tudo, você poderá tomar decisões e verificar o que pode ser mudado.

Aproveite o fato de você morar sozinha e utilize a seu favor para controlar todos os desperdícios. Passe a traçar metas para este planejamento e acompanhe mensalmente cada meta estabelecida.

Compre somente o que precisar, evite gastos desnecessários com roupas que você não precisa. Coisas que você nem vai usar, ou vai usar poucas vezes. Se pagar algo à vista for melhor, prefira; o pagamento em dinheiro muitas vezes traz descontos maiores. Compare preços, nunca compre na primeira loja, insista em procurar o melhor.

Peça descontos e cartão de crédito só em ultimo caso: pode parecer bom, o que não é verdade, pois só atrasa ou retarda uma dívida.

Não busque um padrão de vida fora de sua realidade, pois não adianta manter coisas que não vai conseguir sustentar durante muito tempo. Gaste menos do que você ganha,se não, vai chegar um momento em que todo o dinheiro do mundo não vai pagar suas contas.

Após estas mudanças de pensamentos e atitudes não tem como dar errado o seu planejamento. 

Poupar exige muita disciplina de quem precisa, principalmente no que diz respeito aos passeios e idas ao shopping, lazer em geral. Evite se colocar em situações que te façam pensar muito em gastar. Procure lazer que não gaste muito. Deixe os amigos mais próximos e família, informados sobre a sua escolha de poupar dinheiro. Eles influenciam bastante nas despesas também.

Boa sorte e seja firme.

Roberto Dias do Amaral é coordenador em Ciências Contábeis da Estácio de Sá

Você pode gostar