Por bferreira

Rio - A Agência Estadual de Fomento (AgeRio) e a Associação Brasileira de Franchising do Rio de Janeiro (ABF Rio) firmaram convênio para estimular a abertura de franquias nas comunidades pacificadas, por meio da concessão de crédito a empreendedores locais.

O projeto vai começar nas comunidades da Rocinha, na Zona Sul da cidade, e da Maré e do Alemão, na Zona Norte, mas o objetivo é incluir todas as regiões onde estão instaladas as 42 unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), que somam mais de 100 comunidades.

Serão emitidas cartas de crédito de até R$ 15 mil para o financiamento de novas microfranquias ou expansão das já existentes administradas por empreendedores locais. Inicialmente, serão disponibilizados R$ 1,5 milhão. Segundo o presidente da ABF Rio, Beto Filho, 22 microempresas já aderiram ao projeto. “As marcas de microfranquias que estamos levando dão boa margem de lucro e poderão ser financiadas com juros de 3% ao ano”, disse ele.

A AgeRio entrará com recursos e o Sebrae-RJ oferecerá treinamento.

Você pode gostar