Mercado formal de trabalho para pessoas com deficiência cresceu 6,5%

De acordo com levantamento, número de vagas ocupadas por este grupo chegou a 381,3 mil

Por O Dia

Brasília - Em 2014, foram criados 23,5 mil empregos formais para pessoas com deficiência, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Com o resultado, o número de vagas ocupadas por alguém com algum tipo de deficiência chegou a 381,3 mil, correspondendo a 0,77% do total de postos do país.

Em relação a 2013, houve um aumento de 6,5% no total de pessoas com deficiência com algum vínculo empregatício, segundo o ministério. Os homens ocuparam 64,45% das vagas e mulheres, 35,55%.

Em 2014, o rendimento médio das pessoas com deficiência atingiu R$ 2.304,26, menor que a média dos rendimentos do total de vínculos formais, que alcançou R$ 2.449,1.

Nesta quarta-feira, durante o lançamento dos dados, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse que o a participação de pessoas com deficiência no mercado de trabalho cresceu nos últimos anos, mas ainda é pequena. Segundo Dias, o governo tem realizado ações para ampliá-la.

Últimas de _legado_Economia