Brinquedo barato é presente mais procurado para crianças

Comércio oferecem descontos de até 70% mas consumidores ainda reclamam dos preços

Por O Dia

Rio - Para não perder consumidores por conta da crise, lojistas do Rio oferecem promoções para o Dia das Crianças com descontos de até 70%. Quem for presentear os pequenos no próximo dia 12 poderá encontrar produtos com preços que variam de R$ 7 a R$ 100. O objetivo das ofertas é tentar seduzir o público — o comércio lojista carioca estima um crescimento de 2% nas vendas para a data.

Mesmo queixosa dos preços%2C Isleide não deixou de comprar um carrinho para o sobrinho. Ela diz que as ofertas ainda precisam melhorarJoão Laet / Agência O Dia

Pesquisa da Fecomércio-RJ feita com 1.200 pessoas mostra que 46% dos brasileiros têm a intenção de presentear os pequenos neste ano. A série histórica demonstra uma leve tendência de queda: no ano passado, esse número ficou em 47%. O gasto médio por pessoa com presentes será de R$ 102, mesmo patamar de 2014.

Clique e confira dicas de presentes

Segundo Christian Travassos, gerente de economia da Federação, o número se mantém praticamente estável por conta de medidas de economia tomadas pelos consumidores em sua rotina. “A gente vive um momento pior na economia, mas o brasileiro já tem pisado no freio no consumo do dia a dia. Ele pode se dar ao luxo e gastar um pouco mais na data”, prevê o especialista.

Segundo o presidente do Clube dos Diretores Lojistas do Rio, Aldo Gonçalves, comerciantes apelam para a criatividade para não perder consumidores. “Lojistas estão inovando para seduzir os pais e avós e apostam nas promoções, diversificação de planos de pagamento e crédito mais fácil”, conclui.

Mas quem sai à procura de presentes acredita que o preço dos produtos ainda pode melhorar. É o caso da técnica de enfermagem Isleide Góes, de 48 anos, que procurava algo para o sobrinho em uma loja da Rua 7 de Setembro, no Centro.

“Achei todos os brinquedos muito caros, ainda mais para esse momento de crise. Acabei comprando um carrinho que achei com um preço razoável. As lojas que passei estavam vazias, e acredito que vão continuar assim se não diminuírem os preços”, disse. Segundo a Fecomércio-RJ, 65% dos que vão dar presentes optarão por brinquedos. Roupas e calçados são a escolha de 28%; bicicleta 4% e videogames 5%.

Últimas de _legado_Economia