Após agência ameaçar cortar nota do Brasil, dólar sobe e fecha a R$ 3,80

Nota da Moody's está em revisão para rebaixamento. País corre risco de perder selo de bom pagador pela segunda vez no ano

Por O Dia

Brasília - O dólar fechou em alta, na sessão desta quinta-feira, e ficou cotado a R$ 3,8005 para venda. A moeda norte-americana subiu 1,69% após a agência de risco Moody's anunciar que a nota do Brasil está em revisão para rebaixamento. Com isso, o país corre o risco de perder novamente o selo de bom pagador internacional.

Atualmente, o Brasil está no último nível dentro do grau de investimento, o Baa3. De acordo com a agência, a instabilidade no cenário político pioram a tendência de crescimento da dívida brasileira. Em setembro, o país já havia perdido o grau de investimento da agência Standard and Poor's. Na época, a nota foi rebaixada de "BBB-" para "BBB+".

Na semana, a moeda acumula uma alta de 1,64%. Já no mês, o dólar caiu 2,25%, mas no ano ainda mantém uma valorização de 42%.

Últimas de _legado_Economia