Banco Central faz carta explicando superação da meta

Na carta, Tombini disse que o ajuste dos preços relativos, com avanço do dólar e forte aumento de tarifas, influenciou no estouro da meta de inflação em 2015

Por O Dia

Brasília - O Banco Central divulgou na sexta-feira à noite carta aberta do presidente da autarquia, Alexandre Tombini, ao ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, justificando o estouro da meta da inflação em 2015. A carta adverte Barbosa sobre o fato de a inflação oficial de 2015 ter ultrapassado o teto da meta, de 6,5%. Tombini detalha os motivos para isso ter ocorrido e sugere ações necessárias para reverter o quadro.

O envio do documento é obrigatório, segundo decreto de 1999 que instituiu o regime de metas para a inflação. A carta aberta não era enviada pelo BC ao Ministério da Fazenda desde 2003.

O presidente do BC%2C Alexandre Tombini%3A carta sobre inflaçãoAgência Brasil

Na carta, Tombini, disse que o ajuste dos preços relativos, com avanço do dólar e forte aumento de tarifas, influenciou no estouro da meta de inflação em 2015, e reiterou que a política monetária deve manter-se vigilante para conter efeitos adicionais resultantes desses movimentos. “Não obstante o esforço já realizado”, a política monetária continuará “vigilante”. Segundo o presidente do BC, a autarquia adotará as medidas “necessárias” para assegurar que a inflação não ultrapasse o teto da meta em 2016 e convirja para 4,5% em 2017.

Com as afirmações da carta, analistas do mercado financeiros interpretaram que o BC reforçou o discurso de que pode voltar a elevar os juros básicos para conter a inflação nas próximas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom).

No fim de 2014 e ao longo do ano passado, o Banco Central elevou sete vezes consecutivas a Selic — taxa básica de juros da economia —, na tentativa de conter a inflação. Atualmente, a Selic está em 14,25% ao ano.

A manutenção de juros do governo em patamar muito alto mantém a economia em recessão pois dificulta o acesso ao crédito.

Últimas de _legado_Economia