Coluna do Aposentado: Protestos em Aparecida no dia nacional da categoria

Data será marcada pela 27ª Romaria da Confederação Brasileira dos Aposentados ao santuário

Por O Dia

Warley Martins%2C presidente da CobapJosé Cruz/Agência Senado

Rio - As comemorações do Dia Nacional do Aposentado, no dia 24 deste mês, serão marcadas pela 27ª Romaria da Confederação Brasileira dos Aposentados (Cobap) ao Santuário de Aparecida do Norte, em São Paulo. Além de missa no domingo, pela manhã, o evento terá cunho político para reforçar as reivindicações da categoria. O ponto central da manifestação é a manutenção da pressão para aprovar o Projeto de Lei 4.434 pelo Congresso. O projeto prevê a correção de aposentadorias do INSS para mesmo patamar da data de concessão. Mas o combate à reforma da Previdência também estará presente nos discursos dos participantes.

“Este ano (2016) será de muita luta para os aposentados. Além de reivindicações que não abrimos mão, como a aprovação do PL 4.434, agora temos mais o risco de o governo fazer uma reforma da Previdência. Temos que estar alertas e preparados para discutir e tentar barrar a reforma”, afirmou o presidente da Cobap, Warley Martins (foto).

O dirigente considera muito difícil o governo aprovar uma reforma que mexa nas regras de concessão de benefício, principalmente por 2016 ser um ano eleitoral. Martins defende a manutenção da atual Fórmula 85/95 Progressiva que entrou em vigor no ano passado. E rechaça proposta de idade mínima, aumentar o tempo de contribuição e igualar as condições entre homens e mulheres, fazendo com que as seguradas tenham que trabalhar por mais tempo.

“Acho difícil passar no Congresso Nacional, mais o risco é o governo, como de costume, baixar uma medida provisória impondo as mudanças”, avalia o dirigente sindical.

O presidente da Cobap critica duramente a falta de diálogo e a pouca eficiência do Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Previdência Social, criado ano passado pelo governo justamente para discutir propostas, entre elas, de uma possível reforma previdenciária. A vigência do fórum expira no começo de março. “Isso (a discussão) até agora não ocorreu”, reclamou à coluna.

SEIS MIL PRESENTES
São esperados mais de seis mil aposentados de todo o país na romaria para a comemoração. A data — 24 de janeiro — foi instituída em 1923, quando o presidente Artur Bernardes sancionou o projeto de lei que criava caixa de aposentadoria e pensões para os funcionários das empresas de estrada de ferro do Brasil. É considerada a primeira lei de Previdência no país.

DOIS ÔNIBUS
Do Rio vão partir dois ônibus com 90 pessoas no dia 22. Segundo a presidente da Federação das Associações dos Aposentados e Pensionistas do Estado (Faaperj), Yedda Gaspar, a ideia é marcar presença na romaria. “Todos os anos nós participamos. Vamos assistir a missa e estar presente às reuniões com as demais federações”, garante Yedda.

REIVINDICAÇÕES
Após a celebração da missa será lida a tradicional Carta de Aparecida. Os aposentados reivindicam paridade dos benefícios com as contribuições feitas, recuperação das perdas, fim das desonerações, reajustes anuais para todos no mesmo índice concedido ao salário mínimo; e extinção das contribuições dos servidores aposentados.

CARTA DE REIVINDICAÇÃO
Em um trecho da carta, os aposentados lamentam que “temos pouco a comemorar”. E dizem que “receber um salário justo, capaz de suprir todas as necessidades básicas do ser humano, faz parte do respeito à sua dignidade, e de acordo com o recolhimento compulsório em percentual sobre o número de salários mínimos, à Previdência Social”.

BRASIL SERÁ SEDE DE CONGRESSO MUNDIAL
O Brasil vai sediar o 2º Congresso Mundial de Aposentados este ano. O evento ocorrerá de 8 a 13 de junho em Araxá (MG). A Cobap será a organizadora do encontro, que contará com a participação de representantes de 15 países. Virão aposentados da Itália, Alemanha, Japão, China e EUA, entre outros.

CARNAVAL: BLOCO CARIOCA
A Federação dos Aposentados do Rio (Faaperj) já começou os preparativos para o desfile do Bloco dos Aposentados. A entidade fez o pedido de autorização à Prefeitura. O desfile será no dia 5 de fevereiro, sexta-feira de Carnaval. A confraternização do Bloco será a partir das 15h no Buraco do Lume, no Centro.

Últimas de _legado_Economia