Barbosa: Crédito melhor para economia crescer

Ampliação beneficiará micro empresas, exportação, construção civil e agricultura

Por O Dia

Rio - O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, defendeu nesta segunda-feira que o governo invista na melhoria do crédito como forma de combater a inflação por parte do Banco Central. Barbosa informou que o Executivo vem trabalhando com este intuito para garantir melhores linhas de crédito a fim de garantir a retomada do crescimento da economia. O ministro disse que os setores contemplados serão de micro e pequenas empresas, de exportação, construção civil e agricultura. Mas não definiu detalhes sobro e volume de recursos e as taxas.

Barbosa, que vai chefiar a delegação brasileira no Fórum Econômico Mundial deste ano em Davos, avaliou que é obrigação do governo melhorar as linhas de crédito direcionado, acrescentando que há volume de “liquidez substancial” no sistema financeiro brasileiro para esse fim, sem que haja necessidade de equalização por parte da União.

Barbosa garante que governo trabalha por melhores linhas de créditoAgência Brasil

O Copom do BC se reúne a partir de hoje para a definição da taxa básica de juros (Selic) que está em 14,25% ao ano. O mercado prevê alta de 0,5 ponto percentual, com a taxa chegando a 14,75% ao ano. A tendência é que feche 2016 em 15,25% ao ano, segundo instituições financeiras consultadas pelo BC. A projeção para a inflação pelo IPCA, este ano, foi ajustada pela terceira vez seguida, passando de 6,93% para 7%. Já para o PIB, a previsão é de queda de 2,99%.

Últimas de _legado_Economia