Marcas menos conhecidas levam a descontos de 72% no material escolar

Itens básicos saem a R$ 68 para quem optar por produtos similares

Por O Dia

Rio - A tão temida lista de material escolar vem apertando ainda mais o bolso dos pais. Em época de crise, cada centavo economizado é valioso e pode fazer uma enorme diferença no valor total. Optar por marcas pouco conhecidas, no lugar das líderes de mercado, pode gerar uma economia de 72% na compra, mostra levantamento do site de pesquisa de preços na internet Zoom.

Cristiane Costa leva os filhos Ana e Kauê para comprar material escolar e ensinar a economizar desde cedoAlexandre Brum / Agência O Dia

Segundo o estudo, pais que escolhem produtos mais baratos gastam, em média, R$ 68 com artigos de papelaria. Já quem não buscou por opções similares teve um gasto médio superior a R$ 240.

Por exemplo, a lapiseira Tris Tech 05MM custa apenas R$ 1,96. Enquanto a lapiseira Pro-Line 05 - Trident, que apresenta a mesma funcionalidade, mas tem marca e design diferentes, custa R$ 26,90. Nesse contexto, o preço desse produto pode variar em até 1.272%. Outro caso semelhante é o da caneta esferográfica 1.0 mm 1 un - Injex Pen - azul, encontrada por R$ 0,45, e da caneta esferográfica azul 0,7mm c/ ponta de aço inox 1 unid – Pilot, que custa R$ 6,10, o que corresponde a uma variação de preço de 1.255%. O mesmo acontece com a régua super individual 30cm - Waleu, encontrada por R$ 1,35, e a régua Trident acrílico cristal 30cm, que custa R$ 15,18. Também são produtos similares, cuja variação de preço pode chegar a mais de 1.000%.

“O orçamento de início de ano está ainda mais apertado, então vale pesquisar bastante antes de comprar, pois esses artigos de papelaria são itens de pequeno valor, mas que podem representar grande economia no valor total da compra de material escolar”, comenta Thiago Flores, diretor do Zoom.

Confira ofertas para quem prefere produtos de marca. Clique na imagem acima para ver o infográfico completoArte O Dia

A coordenadora institucional da Proteste, associação de defesa ao consumidor, Maria Inês Dolci aconselha que os pais pesquisem preços em diferentes pontos de venda físicos, além de pesquisar os valores na internet. “Na impossibilidade de comprar cada item em locais diferentes, a saída é pesquisar a lista como um todo. Reunir outros pais e fazer a compra em conjunto também é outra forma de economizar”, disse.

É essa estratégia que Cristiane Costa, mãe de Kauê e Ana, vem tomando. Ainda receosa com as possíveis fraudes na internet, ela prefere bater perna nas lojas. “Além de economizar, é bom para ensinar os meus filhos a controlar o orçamento”, disse.

Shoppings liquidam na volta às aulas

Os shoppings Américas, Grande Rio, Santa Cruz, West Shopping, Center Shopping e Plaza estão fazendo promoções de material escolar até o próximo dia 31. Os descontos podem chegar a 60% em mochilas, lancheiras, material de papelaria, além de vestuário. Os preços estão mais em conta em lojas como Saraiva, Lojas Americanas, News Paper, Bagaggio, Cristal Graffiti, Kalunga, Mini Einstein e Imaginarium, que estão participando das promoções.

Na Kalunga do Grande Rio, por exemplo, há cadernos universitários de 96 folhas a partir de R$ 9,90. Na Lojas Americanas do Center Shopping, os cadernos de caligrafia saem a R$ 8,99.

Últimas de _legado_Economia