Por felipe.martins, felipe.martins
Rio - Os quatro meses de greve dos médicos peritos do INSS no ano passado ainda afetam a vida dos segurados que precisam fazer perícia. Desde o fim da paralisação no dia 25 de janeiro, o agendamento para o exame em alguns postos da capital e de outros municípios do interior pode levar até quase cinco meses de espera. Para a agência de Bangu, por exemplo, segundo levantamento feito pelo DIA ontem à tarde, só havia data disponível para 7 de julho. Em Caxias, na Baixada Fluminense, o exame seria marcado para 29 de abril, no posto do Centro.
Em outras agências na Baixada, os segurados também encontram dificuldades para marcar perícias. Em Mesquita, na agência de Edson Passos, a data possível era 6 de abril. Em Nilópolis, as perícias serão feitas dia 5. O segurado que procurava vaga em Nova Iguaçu, no Centro, se deparava com situação ainda pior: exames liberados somente em 15 de abril. Em São João de Meriti, a agenda estava aberta para o dia 29 de março. Em Queimados, no entanto, a vaga era para dia 17.
Mesmo com fim da greve%2C atendimento de perícias não foi normalizadoAlexandre Brum / Agência O Dia

No interior do estado, as cidades que estão com as agendas mais defasadas, de acordo com as datas disponíveis no site www.previdencia.gov.br, são Maricá e Magé. Na primeira, o segurado só consegue marcar para o dia 6 de maio, enquanto que para a segunda, o sistema informava que havia vaga no dia 16.

Publicidade
Em outros municípios como São Pedro da Aldeia, o agendamento está previsto para o dia 20 de abril. Vassouras oferece perícia para 14 de abril e Resende somente para o dia 27 daquele mês. O posto de Angra dos Reis tem vaga para o dia 6 de abril. Em Itaperuna, havia agenda aberta para o dia 4.  Em Niterói, as vagas são para 11 e 22 de abril, respectivamente, para os postos do Barreto e Bairro de Fátima. Os postos de São de Gonçalo tinham disponibilidade para dia 20 (Paraíso) e 29 ( Centro).
Segundo o levantamento feito ontem, no mês de março existem vagas disponíveis nas agências do INSS em Campos para o dia 11; em Paraíba do Sul, no dia 21; Teresópolis, dia 28; Três Rios, no dia em 30. Conforme o INSS, o movimento nas agências é monitorado, principalmente nas unidades em que os segurados enfrentam dificuldades. A intenção é, segundo o INSS, quando possível, antecipar o agendamento de quem já está aguardando a perícia. O trabalhador deve esperar contato avisando sobre a nova data.
Publicidade
Há vagas para amanhã
No Município do Rio, no entanto, há agências em que o segurado consegue agendar a perícia médica ainda para esta semana. O posto da Avenida Brasil, em Irajá, oferecia vagas para marcar o exame para amanhã. Em Campo Grande, o segurado poderia ser atendido na próxima segunda-feira, dia 15.
Publicidade
Em Del Castilho, o INSS oferecia vaga para o dia 25 deste mês. Ramos para dia 26. Para 3 de março, o agendamento poderia ser feito para os postos da Praça da Bandeira e da Ilha do Governador. Em Laranjeiras, o exame seria marcado para o dia seguinte.
Já no Centro do Rio, o posto da Avenida Antônio Carlos oferecia agenda para dia 7. E no Méier, para dia 17. Para Copacabana, o segurado tinha a oportunidade para dia 29.  Na agência da Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio, o agendamento disponível era para o dia 11 de abril. Já no posto da Marechal Floriano, o exame poderia ser marcado para dia 15.
Publicidade