Por thiago.antunes

Rio - Enquanto alunos da Gama Filho e Univercidade continuam aguardando a liberação de documentos necessários para transferência de instituição, estudantes das Faculdades Integradas de Jacarepaguá dizem que estão sem aulas há duas semanas.

Segundo a aluna do 4º período de Farmácia Samira Coelho, de 31 anos, muitos professores nem sabiam do recomeço das aulas. “Alguns professores não tinham conhecimento que as aulas tinham retornado e há outros que estão sem receber desde agosto”, disse. Entre os estudantes, há rumores, desde o semestre anterior, de que a faculdade está falindo, como no caso da Gama Filho e Univercidade.

Estudantes da Gama Filho%3A drama sobre fechamento continuaUanderson Fernandes / Agência O Dia

Segundo Samira, os estudantes comparecem diariamente. E procuram a secretaria para informações sobre a falta de aulas. Ela disse que a instituição avisou que “o problema é deles”. A faculdade teria anunciado uma parceria com o grupo Simonsen, mas nada foi definido até agora. A mensalidade dos cursos gira em torno de R$ 900.

A universidade nega a informação e diz que as aulas estão acontecendo normalmente. De acordo com a coordenação, somente dois professores se ausentaram nos primeiros dias de aula por problemas pessoais. “A partir da segunda semana de aula está tudo normal. Dois professores faltaram, mas por problemas particulares, os outros estão trabalhando normalmente.” Sobre a parceria com a Simonsen, a faculdade diz que está analisando se vale ou não a pena a negociação.

Grupo Galileo

Os alunos da Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade vão receber os documentos necessários à transferência para outras faculdades entre os dias 25 e 28 deste mês. Caso o Grupo Galileo, mantenedor das instituições, não cumpra determinação, pagará multa única de R$ 100 mil, acrescida de R$ 2 mil, a cada dia de descumprimento, por aluno que não receber a documentação.

Você pode gostar