Tirar selfie durante o Enem vai desclassificar candidato

Ministério da Educação vai monitorar redes sociais mesmo após a realização do exame

Por O Dia

Rio - Mania de dez em cada dez jovens, as selfies ameaçam por um ponto final em doze meses de preparação para o Enem dos candidatos que insistirem em tirar fotos de si mesmos, do local do exame, da prova ou do cartão de respostas, mesmo que não esteja preenchido.

A principal porta de acesso de 8,7 milhões de brasileiros às universidades terá esquema de segurança reforçado para evitar fraudes. Hoje e amanhã serão usados nos locais de prova 17,3 mil detectores de metal para barrar o uso de eletrônicos, principalmente o celular.

No ano passado, o aparelho foi responsável pela eliminação de 47 participantes que publicaram fotos e textos nas redes sociais. Estudante que enviar mensagens eletrônicas ou por e-mail também corre o risco de ser desclassificado se for pego pelos aplicadores. Mesmo após o exame, fiscais farão uma varredura na internet. Quem for identificado infringindo a regra terá que adiar o sonho da faculdade por mais um ano.

Tentando uma vaga de Odontologia%2C Natalya Lopes%2C de 18 anos%2C presta o Enem%2C hoje%2C pela primeira vez%3A 'A prova é muito mais psicológica do que de conhecimentos práticos'Bruno de Lima / Agência O Dia

Segundo o ministro da Educação, Henrique Paim, todos os locais de aplicação do exame terão pelo menos um detector. Os candidatos que possuem algum impedimento em passar pela detecção, como uso de marcapasso, por exemplo, deverão apresentar na hora um laudo médico.

A recomendação é que os estudantes não levem eletrônicos. Mas, caso estejam com eles, deverão mantê-los desligados e dentro de um porta-objetos fornecido pelos fiscais de prova. “A revista poderá ser feita a qualquer momento da prova”, explicou Paim. O ministro lembrou que o custo do Enem por aluno será de R$ 52. “Enviamos e-mails para quem não fez a prova do ano passado e se inscreveu novamente este ano para reforçar a necessidade de fazer o exame”, reforçou o ministro.

Natalya Lopes, de 18 anos, vai fazer o Enem pela primeira vez, hoje, às 13h. Ela planeja cursar Odontologia. Para ela, o mais difícil é conter a ansiedade. “A prova é muito mais psicológica do que de conhecimentos práticos”, disse. Ela e todos os outros vão poder conferir os gabaritos das provas objetivas até quarta-feira no portal do Inep (www.inep.gov.br).

Confira a lista de checagemArte%3A O Dia

Sem preconceitos durante a prova

Este ano, 95 estudantes transexuais terão o direito de usar o nome social que escolheram adotar para fazer a prova. Esta foi uma das solicitações feitas pelos candidatos durante a inscrição e aceita pelo MEC. É a primeira vez em 15 anos de exame que o pedido é atendido, evitando, desta forma, que eles sofram algum tipo de preconceito. Com a mudança, eles poderão fazer o teste em salas por ordem alfabética e usar banheiro de acordo com o nome social.

Muito cuidado para não ser desclassificado. Veja abaixo tudo o que não será permitido fazer nos locais de prova.

Realizar qualquer espécie de consulta ou comunicar-se com outros participantes durante na hora do exame.

Portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos e anotações.

Usar dispositivos eletrônicos como: calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods, pen drives, mp3 ou similar, gravadores, relógios, alarmes ou qualquer transmissor, gravador ou receptor que enviem dados, imagens, vídeos e mensagens.

Utilizar óculos escuros e artigos de chapelaria, tais como: bonés, chapéus, viseiras, gorros ou similares.

Portar armas de qualquer espécie, ainda que detenha autorização para o porte.

Fazer selfies com celular e postar nas redes sociais.

Ausentar-se em definitivo da sala de provas antes de decorridas duas horas do início da aplicação.

Receber quaisquer informações referentes ao conteúdo das provas de qualquer membro da equipe de aplicação do exame ou de outro participante.

O candidato deverá guardar, antes do início do exame, o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados e outros objetos proibidos em embalagem porta-objetos fornecida pela equipe de aplicação. A embalagem porta-objetos deverá ser lacrada e mantida embaixo da carteira do participante até o final das provas.

Quem chegar atrasado estará fora da disputa. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h pontualmente.


Últimas de _legado_Educação