Por paulo.gomes

São Paulo - No próximo dia 15 de novembro, a rede Cheval Blanc, braço hoteleiro do conglomerado de luxo LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), inaugura seu segundo empreendimento. Depois de provar sua excelência em Courchevel, nos alpes franceses, agora mostrará que também é possível manter a sofisticação à beira-mar.

Localizado na República das Maldivas, mais especificamente em uma ilha particular no atol de Noonu, a noroeste do arquipélago, o Cheval Blanc Randheli conta com 45 villas. Todas com metragens que vão de 240 m² a 1 mil m², arquitetura em estilo loft, com grandes varandas e vãos livres de sete metros de altura, decoração contemporânea e piscina de 12,5 m com borda de fundo infinito e vista para o mar.

O complexo ainda terá praias privativas, spa Guerlain, cabeleireiro com tratamentos by Leonor Greyl, hamman, três bares e cinco restaurantes. Uma equipe especializada em esportes aquáticos também estará à disposição dos hóspedes, assim como um dhoni (barco feito à mão, típico da região) e um hidroavião particular, que fará o transfer de 40 minutos da capital Malé até o empreendimento. As diárias começam em US$ 2.300.

Você pode gostar