Preço dos imóveis tem desaceleração recorde no Rio

Em junho, alta foi de 0,37%, a menor desde março de 2008

Por O Dia

Rio - O preço dos imóveis no Rio de Janeiro desacelerou em junho. A alta foi de 0,37%, abaixo da variação de maio, de 0,67%. Segundo o índice Fipe, é a menor flutuação mensal para a capital desde março de 2008. Desde janeiro, a alta foi de 5,13%. Já o aumento acumulado dos últimos 12 meses foi de 12,5%, o menor desde o início da série histórica.

Apesar da acomodação, a cidade continua com o valor mais alto do metro quadrado no país, de R$10.648, em média. A capital fluminense destoa da média das 16 cidades pesquisadas, que aponta para queda real de preço nos imóveis. A alta entre janeiro e junho, de 3,49%, ficou abaixo da inflação no período. Em junho, a elevação foi de 0,50%, ficando praticamente estável em relação a maio, quando os preços subiram em 0,49%.

Duas capitais tiveram queda nominal de preços (diminuição de preço sem contabilizar a inflação). Em Curitiba, os imóveis ficaram 0,84% mais baratos entre janeiro e junho, enquanto em Brasília houve queda de 0,11% no mesmo período. O preço do metro quadrado anunciado caiu em outras três cidades avaliadas: Vila Velha, Santo André e São Bernardo do Campo.

Últimas de _legado_Imóveis