Momento para comprar a casa própria com desconto de 22% é agora

Brindes, garantias contra o desemprego e a inflação também são oferecidos por construtoras. Ofertas são interessantes

Por O Dia

Rio - Com o cenário econômico atual, que afeta todos os setores, inclusive o mercado imobiliário, o momento pode ser favorável para a compra do imóvel, desde que o interessado pesquise bastante e fique de olho no que realmente é bom para evitar arrependimentos.

Descontos, brindes e garantias são alguns trunfos oferecidos pelas construtoras para atrair os clientes. A CTV, por exemplo, oferece preços até 22% mais baixos nas últimas unidades de dois residenciais na Zona Norte: no Mayal, em Sulacap, e no Adele, no Méier.

Segundo Felipe Videira, diretor da CTV, quem comprar a cobertura de três quartos do Adele, além do desconto, receberá kits piscina e churrasqueira. A campanha vale até o fim de julho.

Empreendimentos da João Fortes%2C CTV e Direcional têm descontos Divulgação

“Quem tem poder de compra agora deve aproveitar porque vai chegar o momento do equilíbrio entre oferta e procura e os preços vão subir”, alerta Rogério Santos, especialista da imobiliária RealtON. O ideal, segundo ele, é ver a aquisição do imóvel como a compra de ações. “Uma hora, os preços vão subir, e não deve demorar. Quem souber negociar e comprar bem, pode lucrar bastante depois”, ressalta Santos.

Na João Fortes, a ação de descontos em residenciais e comerciais no Recreio dos Bandeirantes termina no final do mês. Há unidades garden (no térreo) a partir de R$ 425 mil, à vista, e coberturas dúplex a partir de R$609 mil, também à vista, nos empreendimentos Palms Recreio, West Vintage e Mares de Goa.

Já a João Fortes Niterói oferece 10% de desconto em empreendimentos residenciais e comerciais em Niterói e Cabo Frio. No Magic Garden Houses, da Direcional Engenharia na Freguesia, em Jacarepaguá, serão fornecidos armários em todos os cômodos (quartos, cozinha e banheiros).

Parcelas serão fixas durante as obras

Na Gafisa, a campanha Risco Zero garante parcelas fixas durante a obra, sem correção pelo INCC (Índice Nacional da Construção Civil). Há também outros benefícios como proteção do patrimônio, ou seja, caso a construtora anuncie um preço mais baixo do que o comercializado inicialmente, ela paga a diferença para quem já comprou unidades no local.

Construtoras oferecem vantagens para aquisição%2C inclusive contra o desempregoDivulgação

A empresa também se compromete em adiar por até seis meses a quitação de parcelas, sem juros ou multa, caso o comprador fique desempregado. “Vivemos atualmente um cenário de alta de juros e de ajustes da economia. O cliente deve se sentir seguro, principalmente em uma compra tão importante quanto a de um imóvel”, diz Lucas Tarabori, diretor de negócios da Gafisa.

Vale lembrar que a compra do imóvel não deve comprometer mais de 30% do orçamento familiar. No caso de adquirir o bem por meio de financiamento, é importante fazer simulações nos sites dos bancos, e conhecer os índices de correção do saldo devedor, entre outros detalhes.

Uma dica é pedir orientações a correspondente imobiliário, profissional que pode indicar a melhor oportunidade e ajudar no processo de financiamento.

Mulheres lideram procura

As mulheres são responsáveis por 70% das buscas por imóveis pelo portal Imovelweb, em diversas regiões do país, inclusive no Rio. Os dados indicam que o município é o mais procurado por quem se interessa em comprar ou alugar um imóvel, com 59% das pesquisas. Niterói aparece em segundo lugar, com 41%.

“Avaliando as informações da nossa plataforma observamos que casas despertam mais a atenção do público, com 45% de todas as buscas — seja para venda, locação ou temporada.

No Estado do Rio, imóveis para alugar também são os que mais motivam as procuras: 46% dos usuários pesquisam esse tipo de imóveis”, detalha Mateo Cuadras, CEO do portal.

As unidades com dois quartos são as que mais atraem, com 54%. Já a busca para compra representa 36% das pesquisas.

Últimas de _legado_Imóveis