Por juliana.stefanelli
Cabul (Afeganistão) - Pelo menos seis pessoas, entre elas duas crianças, morreram e 30 ficaram feridas após um atentado suicida perpetrado nesta quinta-feira contra um comboio militar da Otan no leste de Cabul,informou uma fonte oficial. O chefe da Polícia provincial, Mohammad Ayub Salangi, explicou que o ataque foi perpetrado por um terrorista suicida que conduzia um carro-bomba, o qual se chocou contra o comboio militar que circulava pelo bairro de Sha Shaeed.

De acordo com Salangi, a explosão, de grande potência, causou destroços em pelo menos uma dezena de casas. Um porta-voz da missão da Otan desdobrada no Afeganistão (Isaf), o capitão Dan Einert, confirmou o registro de uma forte explosão na região, embora tenha evitado a oferecer mais detalhes sobre o número de mortos ou feridos. "Há uma investigação em andamento", declarou Einert. O ataque se produz em pleno processo de retirada progressiva das tropas internacionais do país asiático. De acordo com o calendário previsto, as tropas do Exército local deverão assumir por completo a segurança no Afeganistão a partir do próximo ano.

Carro bomba destruído após explosãoEfe

No entanto, o processo de retirada não freou os ataques insurgentes, seja contra as tropas da Otan ou contra as forças militares e as autoridades locais, o que desperta inquietação sobre o futuro do país em meios diplomáticos.