Por julia.amin
Publicado 29/05/2013 23:17 | Atualizado 29/05/2013 23:18

Miami- Poucas horas antes da execução prevista de um réu que está há 21 anos no corredor da morte, a Suprema Corte dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira que rejeitou um recurso interposto pelo condenado.

Elmer Leon Carroll, de 56 anos, foi condenado à pena de morte em 1992 pelo estupro e estrangulamento de Christine McGowan. A menina tinha 10 anos quando foi estuprada em novembro de 1990 e vivia perto do albergue onde Carroll se hospedava.

O governador do estado da Flórida, Rick Scott, não havia assinado a ordem de sua execução por injeção letal até o mês passado. Até hoje sua defesa esperava que algum de seus recursos legais impedisse a execução, alegando que seu cliente tinha problemas mentais quando cometeu esses delitos, da mesma forma que agora. Carroll já havia sido detido em algumas ocasiões anteriores por assediar menores.

Você pode gostar