Por tabata.uchoa
Rússia - A Rússia proibirá que casais estrangeiros do mesmo sexo adotem crianças russas, disse uma autoridade neste sábado, destacando uma crescente disputa com o Ocidente sobre os direitos dos homossexuais no governo de Vladimir Putin.
Uma emenda restringindo adoções por estrangeiros à familias "tradicionais" será apresentada ao Parlamento na sua sessão de outono, disse Alexei Levchenko, porta-voz da vice-primeira-ministra Olga Golodets.
Publicidade
Putin disse em abril que a lei francesa aprovando o casamento homossexual vai contra os valores russos tradicionais e sinalizou que Moscou adotará medidas garantindo que casais gays estrangeiros não adotem órfãos russos.
A legislação russa prevê diversas exigências a pais adotivos do exterior, como renda suficiente e ficha criminal limpa. Entretanto, não menciona orientação social ou lidar com o assunto de casais do mesmo sexo.
Publicidade
Uma pesquisa do Levada Center, órgao independente, mostrou que 38 por cento dos russos acreditam que gays precisam de tratamento médico e outros 13 por cento disseram que deviam ser processados legalmente. Uma pesquisa feita em abril aponta que 85 por cento se opõem ao casamento de pessoas do mesmo sexo.