Messi garante que não deve à receita espanhola

'É algo que nos causa surpresa, porque nunca cometemos infração alguma', comentou o jogador no Facebook

Por O Dia

Barcelona - O argentino Lionel Messi disse nesta quarta-feira que soube pela imprensa que a Promotoria de Crimes Financeiros de Barcelona abriu um processo contra o jogador por evasão de impostos e garantiu ter cumprido com todas as suas obrigações tributárias.

"É algo que nos causa surpresa, porque nunca cometemos infração alguma. Sempre cumprimos todas nossas obrigações tributárias seguindo os conselhos de nossos assessores fiscais, que se encarregarão de esclarecer esta situação", afirmou o atacante do Barcelona em sua conta oficial no Facebook.

A denúncia, apresentada no tribunal de Gavá, em Barcelona, onde vive o jogador, ainda não foi acatada. Nela, Lionel Messi e o pai Jorge Messi são acusados de três crimes contra a Fazenda Pública. O escritório que administra os assuntos profissionais do jogador, a Juárez Veciana Advogados, se pronunciou no mesmo sentido: "Queremos expressar nossa surpresa pela notícia publicada na imprensa, dado que nem nosso cliente, nem nós, recebemos nenhuma notificação".

Messi afirma que não sonegou impostosReprodução Internet


Por meio de nota, a Juárez Veciana Advogados garantiu que "sempre cumpriu pontualmente com as obrigações fiscais" de Messi, garantindo ainda confiar na justiça para que desfaça a situação, livrando o jogador de qualquer acusação. A Promotoria de Crimes Financeiros de Barcelona acusa ao atacante do Barcelona e Jorge Messi, de terem sonegado 4,1 milhões de euros, referentes a direitos de imagem, em suas declarações de Imposto de Renda de 2007, 2008 e 2009.

Segundo a denúncia, foi simulada a cessão de direitos de imagem à empresas instaladas em paraísos fiscais, formalizando contratos de licença, agenciamento ou prestação de serviços. Para o Ministério Público, ficou constatado durante a investigação que "a iniciativa de fraudar partiu de Jorge Messi", já que em 2005, quando o atleta era menor de idade, encarregou a um terceiro a criação de sua primeira sociedade instrumental, que depois seria substituída por outra, com propósito de evadir impostos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência