Uso de eletrônicos provoca lesões

Adolescentes apresentam problemas em dedos, punhos e costas

Por O Dia

Rio - O uso contínuo de aparelhos eletrônicos está levando adolescentes a se depararem com problema até então mais comum entre adultos. É a Lesão por Esforço Repetitivo (LER), provocada pelas ininterruptas horas diante de smartphones, computadores e tablets. Dedos, punhos e costas são as regiões mais afetadas.

João Felipe%2C 19 anos%2C costuma sentir dores nas costas e nos punhosarquivo pessoal

Ortopedista da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Rogério Vidao alerta que os jovens não devem passar mais de 20 minutos seguidos diante dos aparelhos. “Depois disso, é necessário fazer uma pausa para relaxar a postura”, diz. A lista de consequências para quem não segue a recomendação é extensa.

RISCO DE HÉRNIA DE DISCO

Posicionar a cabeça para a frente durante o uso de computador ou ficar com o pescoço abaixado ao teclar no celular são posições que podem causar desvio de coluna, desgastar o disco que fica entre as vértebras e gerar uma hérnia. Para as pessoas que preferem navegar deitadas, há risco de torcicolo e dores nos braços, além de tendinite nos ombros.

“Em pessoas jovens, vemos a LER afetando os dedos por causa do uso de celulares, o que era raro até hoje”, cita o ortopedista da Santa Casa de São Paulo, Mauro Martinelli.

O tratamento é feito com o uso anti-inflamatórios e fisioterapia, além da redução do uso dos aparelhos. João Felipe Durão, 19 anos, passa pelo menos uma hora no smartphone e o mesmo tempo no videogame por dia. Ele já costuma sentir dores nas costas e no punho. “Uso o celular para trocar mensagens com diversas pessoas. Quando eu vou à casa de amigos, passamos a tarde inteira jogando”, declara.

PREVENÇÃO

COMPUTADORES
O uso de suportes para computadores e tablets alinha cabeça e tela e protege pescoço e coluna.

CELULAR
Apoiar os cotovelos em uma mesa, durante o uso de smartphones, evita sobrecarga da coluna e pescoço. Evitar digitar com a mesma mão que segura o aparelho.

INTERVALO
A cada vinte minutos de uso de aparelhos, faça um int</CW>ervalo para alongar e relaxar as regiões utilizadas.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência