Atentado em mesquita em Bagdá deixa pelo menos 15 mortos e 32 feridos

Iraque vive atualmente um aumento da violência, com vários atentados

Por O Dia

Bagdá (Iraque) - Pelo menos quinze xiitas morreram nesta terça-feira e 32 ficaram feridos em um atentado em uma mesquita em Bagdá, informou uma fonte do Ministério do Interior. O ataque foi perpetrado por um terrorista suicida que detonou um cinto explosivo preso a seu corpo na mesquita xiita de Habib bin Muzaher, no bairro do Cairo, no norte da capital.

A fonte destacou que há feridos em estado grave, por isso não descartou que o número de mortos possa aumentar. Após a explosão, as forças de segurança cercaram o lugar por medo de que ocorram mais ataques na zona. Além disso, pelo menos quatro civis ficaram feridos pela explosão de uma bomba colocada em uma estrada no distrito de Mansur, no oeste da capital.

Ataque suicida em MesquitaEFE

O Iraque vive atualmente um aumento da violência, com vários atentados, especialmente contra xiitas e as forças da ordem. O mês de maio foi o mais sangrento no Iraque em mais de cinco anos, com a morte de 1.045 pessoas em atos de violência, segundo a missão da ONU no país (Unami).

Últimas de _legado_Mundo e Ciência