Por julia.amin

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nomeou nesta sexta-feira James B. Comey, que foi subsecretário de Justiça durante o Governo de George W. Bush, para dirigir o FBI (polícia federal americana). Durante o ato de nomeação na Casa Branca, Obama destacou que para dirigir o FBI são necessários "fidelidade, valor e integridade" e que Comey possui todos esses valores.

James B. Comey discursa, ao lado de Obama, após ser nomeado diretor do FBIEFE


Uma vez nomeado e se for confirmado pelo Senado, Comey, de 52 anos e republicano confesso, substituirá o agora diretor do FBI, Robert Müller. Segundo Obama, Comey é "excepcionalmente qualificado" para dirigir o FBI diante dos desafios, entre os quais citou a proteção dos direitos civis, a exploração infantil, o terrorismo e a cibersegurança. O presidente destacou a "independência" de Comey e disse que "em momentos-chave" ele se manteve firme na defesa "do que achava correto".

Em 2004, Comey foi secretário interino de Justiça durante a hospitalização do então titular da pasta, John Ashcroft, e se opôs a alguns aspectos do programa de vigilância e escutas das comunicações de cidadãos ordenado por Bush após os atentados terroristas do 11 de setembro de 2001. Sua nomeação acontece no meio da polêmica pelos programas secretos de vigilância do Governo americano, cuja efetividade e constitucionalidade foi defendida pelo atual diretor do FBI.

Você pode gostar