Por juliana.stefanelli

Istambul (Turquia) - Em uma ação similar em Mersin, onde a polícia desfez na quinta-feira um acampamento de protesto, os confrontos deixaram seis feridos, entre eles dois policiais, e oito pessoas foram presas, informou a emissora "CNNTürk".

Em Istambul, onde o último enfrentamento com a polícia aconteceu na última segunda-feira, os protestos populares continuam de outra forma: os cidadãos permanecem em pé, imóveis e em silêncio, durante longos momentos em alguma praça pública, uma ação que a polícia não reprimiu após uma primeira intervenção na segunda-feira.

Protestos continuam em IstambulEFE

Milhares de moradores se reúnem todas as noites as 18h (15h de Brasília) em pelo menos 35 parques públicos em toda a cidade de Istambul para realizar assembleias e planejar o futuro do movimento popular crítico ao governo. Uma assembleia de cerca de 30 moradores em um parque em Yeniköy, um bairro da periferia, foi atacada na quinta-feira à noite por uma dezena de pessoas que quiseram interromper a reunião e agrediram as pessoas com facas.

Duas pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave, informou nesta sexta-feira o jornal "Radikal". Estes ataques aumentam o temor de que grupos pró-governo tentem espalhar o medo entre aqueles que querem participar dessas assembleias.

Você pode gostar