Obama diz que se sentiu 'comovido' ao visitar ilha de Robbe

Afirmação foi feita durante visita a antiga prisão, onde o ícone da luta contra o apartheid Nelson Mandela esteve preso

Por O Dia

Obama comovido: ele visitou ilha de Robbe onde Mandela ficou preso por oito anosReuters

Johanesburgo - O presidente americano, Barack Obama, disse neste domingo que ficou "muito comovido" ao visitar a antiga prisão da ilha de Robben, onde o ícone da luta contra o apartheid Nelson Mandela esteve preso por oito anos, informou a emissora local "Eyewitness News". 

"Em nome de nossa família, estamos muito comovidos por ter estado onde homens de tanta coragem enfrentaram a injustiça e se negaram a se render", escreveu Obama no livro de visitas da ilha, situada na Cidade do Cabo. Obama visitou a ilha de Robben com sua mulher, Michelle, e suas filhas, Malia e Sasha, no segundo e último dia de sua visita à África do Sul. Os Obama, que tiveram como guia Ahmed Kathrada, antigo prisioneiro do local, homenagearam desta maneira o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que está há oito dias internado em um hospital de Pretória.

Após render tributo a Mandela, Obama visitou na Cidade do Cabo um centro comunitário dedicado à luta contra a Aids, acompanhado pelo arcebispo emérito da cidade e prêmio Nobel da Paz Desmond Tutu. Obama fechará seus atos oficiais na África do Sul com um discurso na Universidade da Cidade do Cabo. O presidente americano concluirá na terça-feira na Tanzânia uma viagem africana que começou na quarta-feira passada no Senegal e continuou neste fim de semana na África do Sul.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência