Tempestade recorde provoca inundações e caos nas estradas de Toronto

Fenômeno deixou cerca de 300 mil pessoas sem eletricidade e provocou cancelamento de dezenas de vôos no aeroporto de Pearson

Por O Dia

Toronto (EUA) - Centenas de pessoas ficaram isoladas em estradas, ferrovias e edifícios de Toronto depois que uma tempestade despejasse entre 90 e 110 milímetros de água em duas horas no início da noite de segunda-feira na maior cidade canadense.

As autoridades disseram que a tempestade deixou cerca de 300 mil pessoas sem eletricidade, além de ter forçado o isolamento da Prefeitura da cidade e o cancelamento de dezenas de voos no aeroporto internacional Pearson.

A quantidade de água despejada é similar às precipitações do histórico dia 15 de outubro de 1954, quando o furacão "Hazel" despejou 121 milímetros de água na cidade. As precipitações de ontem provocaram a inundação da estrada Don Valley, o principal corredor norte-sul, que conduz ao centro da cidade. Imagens transmitidas nas primeiras horas desta terça-feira na televisão local mostravam veículos praticamente submersos em plena estrada.

Uma das principais linhas do metrô de Toronto ficou parcialmente inundada, o que deixou a milhares de usuários sem ter como voltar a seus lares, já que a tempestade em questão foi registrada no final da jornada de trabalho na segunda-feira. Nos arredores de Toronto, a situação era similar nas linhas ferroviárias do sistema de cercanias.

As inundações das vias fizeram com que os passageiros de um dos trens tivessem que ser resgatados com embarcações pela polícia. Apesar da gravidade das inundações em grande parte da cidade, a polícia não registrou nenhuma vítima até o momento.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência