EUA insistem que Rússia deve entregar Snowden

Ex-técnico da CIA solicitou asilo temporário ao governo russo

Por O Dia

Washington - O governo dos Estados Unidos insistiu nesta terça-feira que a Rússia deve expulsar do seu território o ex-técnico da CIA Edward Snowden, que, por fim, solicitou asilo temporário nesse país.

Snowden "não é um ativista dos direitos humanos, não é um dissidente; é acusado de vazar informação confidencial. Foi acusado de três crimes graves relacionados com o vazamento de informação confidencial" e "deve ser entregue aos EUA", disse, durante entrevista coletiva diária, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

O americano tem direito ao devido processo como todo cidadão de seu país acusado de um crime, e deve retornar aos Estados Unidos para responder às acusações contra ele, ressaltou.

Perguntado sobre a solicitação de asilo que apresentada por Snowden, Carney disse que a postura dos EUA continua sendo a mesma e que existe "uma ampla justificativa legal" para que Snowden retorne ao país para se submeter à Justiça.

"É a postura que tomamos em nossas conversas com os russos e com outros governos que tiveram interesse nisso, ou que possam servir de potenciais pontos de passagem ou de destino final para o senhor Snowden", afirmou. "Nosso interesse sempre foi a sua expulsão da Rússia e devolução aos EUA", enfatizou Carney.

O presidente Barack Obama deve viajar à Rússia em setembro próximo para a cúpula do G20, mas Carney não revelou se discutirá o caso com as autoridades russas. Por sua vez, um porta-voz do Departamento de Estado, Patrick Ventrell, disse não ter a confirmação de que Snowden tenha pedido asilo na Rússia, mas reiterou o desejo dos EUA de que este retorne a seu país para responder às acusações.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência