Por julia.amin

Polinésia - Um ônibus de excursão, que levava 40 pessoas, foi arrastado por um rio em Samoa, na Polinésia. Um turista que estava no mesmo local filmou o momento exato do acidente. Jornais informaram que duas pessoas morreram e 25 ficaram feridas. A polícia investiga se o motorista estava alcoolizado.

No vídeo, gravado por um celular, é possível ver que o ônibus tenta atravessar um cruzamento. O trecho, no entanto, estava inundado por um rio, que transbordou por causa das fortes chuvas desde o início da semana. Quase no final da travessia, a correnteza arrasta o coletivo, que capota.


A australiana, Ruth O'Leary, de 21 anos, sobrevivente do acidente, contou ao jornal inglês "The Sun" que pensou que não sobreviveria. “Conforme o ônibus capotava, eu pensei que meu pescoço estivesse quebrado e que eu tinha quebrado todos os meus ossos. Nossos corpos estavam sendo esmagados um contra o outro, porque o veículo estava cheio", disse.

Ela ainda relatou que se guiou por uma luz na hora de nadar. “Eu não conseguia ver a superfície. Eu me guiei por uma luz e nadei. Eu pude ver, então, bebês e idosos na água. Todos estavam gritando”, lembrou Ruth.

De acordo com o técnico de basquete Dean Vickermam, testemunha que ajudou no resgate, o teto do ônibus soltou no momento em que capotou, permitindo que as pessoas escapassem do coletivo. “Não havia chuva torrencial naquela hora. Só que o ônibus foi pego em um ponto no qual a força da água era feroz. Nós tínhamos feito uma decisão de não atravessar. Mas o ônibus nos ultrapassou e foi. Colocamos nossas cabeças para fora da janela para ver o que ia acontecer. Ele passou mais da metade do caminho e, em seguida, foi arrastado, capotou, o teto saiu... Então, eu e meu cunhado fomos ajudar”, relatou.

Uma menina de cinco anos e outra de 12 morreram e 25 pessoas ficaram feridas. O motorista está sendo investigado. Segundo relatos, ele poderias estar alcoolizado.

Você pode gostar