Por juliana.stefanelli

Moscou (Rússia) - As autoridades russas apresentaram a acusação formal por "danos físicos graves com premeditação" contra o dançarino do Balé Bolshoi, Pavel Dmitrichenko, suposto responsável de ter tramado o ataque contra o diretor da renomada companhia, Sergei Filin, informou nesta quinta-feira o Ministério do Interior da Rússia.

"Os investigadores apresentaram a acusação formal em sua versão definitiva contra Dmitrichenko após conhecer os resultados das provas legistas", assegurou um porta-voz do Ministério à agencia "Interfax". Após ser detido, o dançarino do Bolshoi confessou a autoria intelectual do ataque a Filin, mas, durante a audiência preliminar perante um juiz, o réu mudou sua declaração, o que não impediu ao magistrado ordenar sua prisão preventiva imediata.

Dmitrichenko carrega a responsabilidade do brutal ataque ao executor material do mesmo, Yuri Zarutski, que na noite do dia 17 janeiro lançou ácido no rosto de Filin, quem foi obrigado a passar por várias cirurgias e ficou praticamente cego, além das graves queimaduras. Os dois acusados poderiam ser condenados a penas de até 12 anos de prisão pelo delito cometido.

Você pode gostar