Ataque talibã gera fuga de aproximadamente 250 presos no Paquistão

Polícia conseguiu abater cinco terroristas suicidas que estavam preparados para acionar cargas explosivas

Por O Dia

No ataque 30 rebeldes conseguiram escaparEFE

Islamabad (Paquistão) - Aproximadamente 250 presos conseguiram fugir da prisão da cidade paquistanesa de Dera Ismail Khan após um intenso ataque talibã, que, segundo a imprensa local informou nesta terça-feira, se estendeu por várias horas e causou a morte de nove pessoas, entre eles seis policiais.

No ataque, que começou pouco antes da meia-noite de segunda-feira, pelo menos 30 insurgentes conseguiram escapar, dos quais seis já teriam sido recapturados, informou o delegado da polícia local, Mushtaq Jadoon, ao canal "Geo TV".

As autoridades impuseram o toque de recolher na zona, enquanto o Exército enviou tropas para ajudar a conter a situação e reforçar a segurança na região.

A polícia acrescentou que, durante o ataque talibã, as forças de segurança abateram cinco terroristas suicidas que estavam preparados para acionar suas cargas explosivas.

Os atacantes, cujo número total não foi precisado pelas autoridades, iniciaram sua operação com uma série de fortes explosões no centro penitenciário, fato que foi acompanhado por um intenso tiroteio, segundo fontes policiais citadas pelo jornal "Dawn".

Em declarações a esse mesmo jornal, um porta-voz do principal agrupamento talibã (TTP), Shahidulã Shahid, reivindicou o ataque e detalhou que o mesmo foi perpetrado por uma centena de milicianos, entre eles vários suicidas.

Prisão foi destruída com explosõesEFE

A prisão de Dera Ismail Khan, um edifício que data da época da ocupação britânica, abriga cerca de 5 mil prisioneiros, entre os quais, segundo fontes da inteligência citadas pelo "Dawn", há cerca de 50 líderes talibãs.

A cidade onde aconteceu o ataque se encontra no sul da província de Khyber-Pakhtunkhwa e muito próxima à zona tribal do Waziristão do Sul, que, apesar da ação do Exército paquistanês, continua sendo uma das fortificações do TTP.

Dera Ismail Khan tambám está relativamente próxima ao distrito de Bannu, onde há pouco mais de um ano os talibãs conseguiram libertar cerca de 400 presos, muitos deles insurgentes, de uma prisão da região.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência