Maquinista estava ao telefone no momento do descarrilamento do trem

Pouco antes de tombar, veículo estava a 192 km/h. Informações foram reveladas pelas caixas-pretas

Por O Dia

Santiago de Compostela (Espanha) - O maquinista do trem que descarrilou em Santiago de Compostela, na Espanha, estava falando ao telefone com funcionários da companhia ferroviária Renfe no momento do acidente. O veículo estava a 192 km/h pouco antes de tombar na linha, informaram nesta terça-feira fontes judiciais.

Maquinista logo após a tragédiaReuters


O Tribunal Superior de Justiça da Galícia disse que as informações foram reveladas pelas caixas-pretas do trem.Segundos antes do acidente, o freio foi ativado, por isso se estima que no momento do descarrilamento o trem estava a 153 km/h.

O acidente ocorreu na última quarta-feira e deixou 79 mortos e mais de 150 feridos. O Itamaraty confirmou a morte de dois brasileiros na tragédia. Ambos também possuíam nacionalidade espanhola.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência