Hepatite: Campanha em hospital de Acari identifica 24 testes positivos

Mulheres foram a maioria. Causa pode estar relacionada ao compartilhamento de alicates em salões de beleza

Por O Dia

Rio - Um dado preocupante ficou constatado com o término da campanha "Procura C", realizada pelo hospital Ronaldo Gazolla.  A finalidade era verificar se moradores que residem no bairro de Acari e adjacências eram portadores do vírus da hepatite C. Durante duas semanas, técnicos em enfermagem da unidade de saúde realizaram um total de 1.971 testes., sendo que 24 deles acusaram resultado e foram encaminhadas para o ambulatório onde iniciaram o tratamento.

A testagem foi feita preferencialmente em adultos acima dos 30 anos. Pacientes a partir de 18 anos que usam piercing, tatuagem e compartilham lâmina de barbear e alicates de unha, mesmo que entre seus familiares, também realizaram o exame. Com um pequeno furo no dedo em dois minutos a pessoa já sabe o resultado.


"O que mais nos chamou atenção foi que, desses 24 testes positivos, 14 eram de mulheres. Isso demonstra a necessidade ter um cuidado maior na hora do tratamento estético em salões de beleza e até em casa. A hepatite C pode ser considerada hoje uma doença mais grave que o vírus HIV, pois não apresenta nenhum tipo de sintoma", ressaltou Wagner Pelegrine, diretor da unidade.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência