Turista desastrado quebra escultura de mais de 600 anos em museu de Florença

Peça representava a Virgem Maria

Por O Dia

Obra de mármore é de Giovanni d'Ambrogio, fim do século XIV e início do XVEFE

Florença (Itália) - Um turista americano quebrou sem querer o dedo de uma escultura que representava a Virgem Maria em exposição no Museu da Catedral de Florença, informa nesta terça-feira o jornal "Corrieri Fiorentino".

A obra, uma Anunciação, faz parte de um grupo escultórico em mármore de Giovanni d'Ambrogio, importante escultor florentino do fim do século XIV e início do XV.

Um guarda do museu viu que o turista se aproximou das esculturas e fez um gesto como quem media as mãos de Nossa Senhora, e interveio imediatamente, mas já era tarde demais.

O dedo quebrado é o mínimo da mão direita da escultura, que rachou com o movimento do visitante, mas imediatamente os restauradores do museu chegaram ao local e, depois de algumas horas de trabalho, colocaram o dedo em seu lugar.

A rápida reação do vigia impediu que o dedo caísse no chão e os diretores do museu explicaram que "os dedos desse grupo de esculturas são a parte mais frágil desde que foram esculpidas". Timothy Verdon, diretor do museu, cuja escultura mais importante é a Pietà florentina de Michelângelo, afirmou que "em um mundo globalizado como o nosso, parece que se esqueceu uma regra fundamental para visitar museus: não toque nas obras!".

Os dedos são a parte mais frágeis da escultura desde que que foram esculpidosEFE



Últimas de _legado_Mundo e Ciência