Por juliana.stefanelli

Islamabad (Paquistão) - Pelo menos 24 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas em um atentado nesta quinta-feira durante o funeral de um alto comandante da polícia na cidade de Quetta, no oeste do Paquistão, informou uma fonte policial.

O ataque, cometido aparentemente por um terrorista suicida, aconteceu perto de uma mesquita junto à qual estava acontecendo o funeral do agente, que havia morrido em outro ataque nesta mesma manhã, explicou a fonte à emissora privada "Dawn".

Atentado foi durante o funeral de um alto comandante da políciaEFE

O jornal "Express Tribune" elevou o número de falecidos para 29, sem detalhar suas fontes. Entre os mortos estão muitos membros das forças de segurança paquistaneses, incluído o subinspetor geral da Polícia de Quetta, Fayaz Sumbal.

As vítimas haviam se reunido para se despedir de um comandante da corporação, o oficial Mohibulã, que foi morto por disparos de insurgentes horas antes enquanto realizava compras para comemorar o fim do mês sagrado islâmico do Ramadã.

Entre os mortos há vários membros da força de segurança paquistanesaEFE

No Paquistão e em muitos outros países islâmicos é lembrado nesta quinta-feira o primeiro dia do Eid ul-Fitr, festividade comparável ao Natal cristo que encerra um mês de jejum e sacrifício pelos muçulmanos. Quetta, capital da província sudoeste de Baluchistão, foi palco neste ano de muitos dos principais ataques que aconteceram no conturbado país asiático.

Você pode gostar