Por juliana.stefanelli

Bogotá (Colombia) - O guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias Colombianas (Farc) Carlos Jhoan Valois Valencia, conhecido como Carlos el Negro Perea, foi capturado pelos militares da Colômbia, em uma operação no Sudeste do país. Ele é apontado como o responsável pelo aliciamento de crianças e adolescentes na área de Rio Guayabero, uma das principais zonas de conflito no país.

Pelas informações preliminares das Farc, Valencia faz parte do grupo há 14 anos e era responsável pelas atividades de narcotráfico e apoio logístico à guerrilha. Ele foi detido com um mandado de prisão por suspeita de rebelião, recrutamento ilícito e de deslocamento e desaparecimento forçado de pessoas.

No último dia 23, as Farc pediram uma pausa nas negociações de paz com o governo do país, para avaliar a proposta apresentada pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, de fazer um referendo sobre os possíveis acordos de paz, no mesmo dia das eleições presidenciais de 2014.

O guerrilheiro Pablo Catatumbo disse que o grupo decidiu suspender as conversações momentaneamente e se concentra em analisar a proposta do governo. Com a apresentação do projeto de lei sobre o referendo, a guerrilha voltou a defender uma Assembleia Constituinte, proposta rejeitada pelo governo.

O negociador do governo, Humberto de la Calle, disse que o diálogo continua e que espera que as Farc utilizem o tempo solicitado com brevidade. “A conversação não foi rompida e se espera que o tempo que as Farc vão dedicar ao estudo do projeto de lei seja breve e que a guerrilha retorne rapidamente à mesa de negociação”, disse.

Você pode gostar