Por julia.amin

Washington - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse nesta segunda-feira que informações recolhidas até agora, incluindo vídeos e relatos do terreno, indicam que "armas químicas foram usadas na Síria. Além disso, sabemos que o regime sírio mantém essas armas". Kerry classificou o ataque como uma "obscenidade moral" que deveria chocar a consciência do mundo.

Ativistas sírios inspecionam os corpos das vítimasReuters


Em um pronunciamento contundente, Kerry afirmou que todos os países devem se unir para esclarecer as responsabilidades pelo uso de armas químicas na Síria.

A oposição síria acusa o governo de Bashar al-Assad de matar cerca de 1.300 pessoas em um ataque com armas químicas em Damasco na semana passada.  Assad, no entanto, nega a acusação.  "Como o governo pode usar armas químicas, ou qualquer armamento de destruição em massa, em uma área onde suas tropas estão situadas?", indagou ao jornal russo Izvestia. Segundo ele, forças do governo estão perto do local do suporto ataque. 

Você pode gostar