Exame descobre quem é pai de bebê

Teste de sangue que auxilia grávidas em dúvida sobre paternidade de filho chega ao Brasil. Mas os ‘suspeitos’ precisam doar material

Por O Dia

Rio - Para as gestantes que não têm certeza sobre quem é o pai do bebê, um exame recém-chegado a clínicas brasileiras promete acabar com a dúvida. O análise é feita no material genético do feto que circula no sangue da mãe durante a gestação. Os preço fica em torno de R$ 2 mil a R$ 4 mil, dependendo do laboratório.

O teste já começa a levantar polêmicas. Segundo o geneticista Ciro Martinhago contou à ‘Folha de SP’, duas pacientes dele já recorreram ao exame, uma para saber com qual de dois homens deveria se casar, e outra porque abortaria se o bebê não fosse do marido. O novo teste compara o DNA da mãe, do feto e do suposto pai. É preciso enviar ao laboratório uma amostra do homem — de sangue ou saliva. Para a geneticista da USP Mayana Zatz, se o exame envolver coleta às escondidas de material dos supostos pais, “a história fica muito complicada do ponto de vista ético”.

CÂNCER DE OVÁRIO

Nos EUA, pesquisadores estão desenvolvendo outro exame de sangue, cujo objetivo é detectar precocemente o câncer de ovário, tumor ginecológico de difícil diagnóstico em estágio inicial, quando as chances de cura são maiores. Segundo a revista ‘Cancer Journal’, foram feitos testes com mais de 4 mil mulheres. O exame mede o nível de uma proteína ligada ao tumor e é associado a outros, complementares, de imagem.

A chance de cura é de 90% quando o câncer de ovário é detectado precocemente. Em estágios avançados, o percentual cai para 30%. Segundo o Inca, 75% dos casos de câncer de ovário diagnosticados atualmente estão na fase mais avançada.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência