Mulher dá à luz em banheiro de bar, sufoca bebê e esconde corpo na descarga

Crime ocorreu na Pensilvânia (EUA). Amanda Catherine Heil tem 26 anos e pode ser condenada à pena de morte

Por O Dia

Pensilvânia (EUA) - Um crime brutal chocou os funcionários do bar Starters Pub, na Pensilvânia, EUA. Uma americana de 26 anos deu à luz no banheiro do estabelecimento, asfixiou o bebê com um saco de lixo e escondeu o corpo na descarga no último dia 18. Após o crime, a jovem voltou a beber com os amigos e assistiu a lutas do MMA. Amanda Catherine Heil está na prisão do Condado de Northampton e pode ser condenada à pena de morte.

Amanda Catherine HeilReprodução Facebook


“Um dos meus funcionários estava tentando dar descarga para limpar um sanitário, mas não estava conseguindo. Ele, então, levantou a tampa e viu o feto”, contou o proprietário do bar, ao jornal The Morning Call. Como Amanda era a única mulher no bar naquele dia, os funcionários suspeitaram dela. Segundo as investigações, o bebê era saudável e nasceu aos nove meses de gestação. Amanda manteve a gravidez em segredo.

De acordo com depoimento de Luis Rivera, um dos amigos que estavam no bar, Amanda começou a sentir dores nas costas. Foi quando ela pediu licença para ir ao banheiro e permaneceu lá por 40 minutos. Preocupados com a amiga, eles mandaram mensagens de texto pra ela, que não respondeu. Quando retornou, os amigos viram manchas de sangue, mas a americana pediu que eles ignorassem. Todos voltaram a bebe e a assistir à luta de MMA.

"Uma das cabines continha uma grande quantidade de sangue”, disse John Morganelli,responsável pela investigação. Agora, a polícia procura o pai do bebê. De acordo com os policiais, Amanda descobriu a gravidez em maio, mas escondeu da família e dos amigos. Uma audiência sobre o caso está marcada para o dia cinco de setembro.

Lamentando o incidente, o Starters Pub divulgou um comunicado. “Estamos profundamente tristes pelos acontecimentos desta manhã. Nossos pensamentos e orações vão para as famílias, funcionários, policiais e todos os envolvidos”.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência