Por helio.almeida
Chefe de Marília encontrou corpo após sentir cheiro de gás no trabalhoReprodução Internet

Itália - Uma brasileira foi encontrada morta na na última sexta-feira, na cidade de Gambara, em Bréscia, Itália. A uberlandense Marília Rodrigues Silva Martins, de 29 anos, foi encontrada pelo seu chefe no escritório que trabalhava. De acordo com a agência de notícias Ansa, autoridades informaram que trabalha com a hipótese de homicídio.

A autópsia no corpo da mulher constatou que ela estava grávida e que ela pode ter sido estrangulada. Segundo a Ansa, o laudo informa que Marília recebeu golpes na cabeça e que o corpo apresentava sinais no pescoço. Para a polícia, os ferimentos na cabeça não são compatíveis com uma queda devido um desmaio.

O chefe de Marília disse que sentiu um forte cheiro de gás, e ao entar nas salas encontrou a Vítima caída. Na investigação, verificou-se que o tubo por onde fluía o gás havia sido retirado, como se a cena do crime tivesse sido construída. Os militares vai ouvir os empregadores e procura familiares.

O promotor Fernando Martins, tio da vítima, viaja nesta segunda-feira para acompanhar o caso de perto. Ainda de acordo com o promotor, a jovem foi para a Itália com a mãe há dez anos, contudo, recentemente a mãe resolveu voltar para Uberlândia deixando a filha na Itália.

Você pode gostar