Por juliana.stefanelli

Moscou (Rússia) - O Ministério da Defesa da Rússia informou nesta terça-feira que seus radares detectaram o lançamento de dois "objetos balísticos" a partir do Mediterrâneo central em direção à região oriental, justamente onde se encontra a Síria.

O lançamento dos objetos foi detectado às 10h16 local (3h16 de Brasília) pelos radares situados no litoral russo do Mar Negro, anunciou o porta-voz do ministério às agências russas. "De fato, ocorreram dois lançamentos. (Os projéteis) caíram no mar", disse à agência oficial russa "RIA Novosti" uma fonte do governo sírio.

A embaixada da Síria em Moscou e a missão diplomática da Rússia em Damasco afirmaram não ter conhecimento sobre o lançamento de mísseis no Mediterrâneo. "Não houve alerta de ataque com mísseis nem se escutou explosões na cidade. Tudo está tranquilo", disse um funcionário da missão diplomática à agência "Itar-Tass". Uma fonte da Otan informou à "RIA Novosti" que a Aliança está comprovando a informação divulgada pelas autoridades russas.

A Síria pode ser atacada por uma coalizão militar liderada pelos Estados Unidos depois que o presidente americano, Barack Obama, anunciou que castigará com uma limitada ação armada o regime de Bashar al Assad por usar armas químicas contra a população civil. Obama disse que o ataque poderia ser lançado a qualquer momento, apesar de ter manifestado a intenção de se dirigir ao Congresso dos Estados Unidos antes de intervir no país árabe.

Você pode gostar