Por julia.amin

Cleveland - A família do sequestrado de Cleveland, Ariel Castro, que enforcou-se na prisão, vai solicitar o corpo dele nesta quinta-feira, disse o médico legista Jan Gorniak, do condado de Franklin, em Ohio.

Ariel Castro Reprodução Internet


Castro cometeu suicídio na terça-feira enforcando-se com o lençol da cama de sua cela num presídio de Ohio. Ele cumpria sentença de prisão perpétua pelos crimes de sequestro, tortura e confinamento de três mulheres por cerca de uma década.

O ex-motorista de ônibus escolar se declarou culpado por 937 crimes em julho. Ele foi condenado a prisão perpétua em 1º de agosto, além de uma pena de mil anos de prisão, sem possibilidade de liberdade condicional, por sequestrar as três mulheres e mantê-las aprisionadas em sua casa, onde ficaram sem comida e foram espancadas e abusadas sexualmente.

Você pode gostar